quinta-feira, 14 de abril de 2011

Município avança com benefício de arruamentos

(clicar no recorte para ampliar)

in “A Comarca de Arganil” de 14/4/2011

8 comentários:

"O descontente" disse...

Falava-se que este ano é que iriam reparar os arruamentos do Colmeal, mas pelo que estou a ler parece que é para esquecer...
Talvez nas próximas eleições.

Anónimo disse...

Este comentário revela desconhecimento do que se passa no Colmeal, onde a Câmara de Góis acaba de fazer melhorias traduzidas na substituição de pedra de calcário por pedra de granito em algumas das ruas mais inclinadas.

Anónimo disse...

A sociedade seria mais feliz e mais séria se as pessoas deixassem de criticar por criticar

Anónimo disse...

Comentar comentários onde é que nos leva?
A lado nenhum.

Guida Marques disse...

Felicito-vos pela apresentação que nos fazem periodicamente de recortes da imprensa regional, de que eu não sou assinante.
Sempre vamos sabendo alguma coisa do que se vai fazendo e acontecendo no nosso concelho.
Bem-hajam.

Anónimo disse...

O primeiro Comentário revela pequenês, vontade de maldizer, provincianismo primário e vontade de mal dizer por estupidês

Santos disse...

Porque será que este pessoal não se identifica nos seus comentários, deixem-se de ser anónimos, mas compreendo. assim é mais fácil, usam o metudo de escape livre.
Santos

Fernando Neves disse...

É a primeira vez que insiro um comentário no blog. Não sei quem são os "anónimos" nem me interessa. Rebater comentários com outros comentários que não correspondem à realidade parece-me de muito mau gosto. Julgo que o "descontente" tem alguma razão. As ruas do Colmeal não foram efectivamente reparadas. Foi reparado o Caminho Alfredo Caetano e trocados uns degraus por uma rampa num ponto deste Caminho.
O Caminho já possuía cubos de granito colocados há trinta e tal anos aquando da 2ª fase (e última) da substituição geral dos arruamentos.
Com todo o respeito que me merece o Nome deste Caminho interrogo-me porquê foi ele o preferido, dada a sua fraca utilização e não outras, tanto ou mais deterioradas, com maior movimento de pessoas e viaturas.
Sendo as Ruas António Domingos Neves e a João de Deus Duarte duas das três ruas mais inclinadas da povoação estão à partida excluídas da substituição da calçada à portuguesa (pedra de calcário)como é afirmado no segundo comentário (este sim parece desconhecer o que se passa no Colmeal), já que estas possuem cubos de granito colocados aquando da 2ª fase.
Resta a Rua Joaquim Fontes de Almeida. Esta sim com calçada à portuguesa.
Será que foi esta arranjada e eu não dei por isso?
O regionalismo é feito de união e não de ... desunião.