quarta-feira, 17 de abril de 2013

Colmeal vai ao Alentejo



No coração do Alentejo vamos encontrar Évora, uma cidade monumental cheia de história e com um fabuloso e variado património cultural, que foi sendo construído e preservado ao longo dos séculos desde a sua fundação pelos romanos. No século XII, durante a Reconquista cristã da península foi uma praça-forte onde se construíram os alicerces da formação do novo reino. Mais tarde, já então definidas e consolidadas as fronteiras com a vizinha Castela vários foram os reis que ali fixaram a sua corte.




É uma cidade para se passear, para se descobrir, famosa pelos seus pátios e arcadas, pela sua calma e onde em cada rua e em cada pedra sentimos a presença constante da História.
Encontramos monumentos e obras de arte de estilo românico, gótico, manuelino, mudéjar, renascentista, maneirista e barroco numa feliz combinação que não choca. Em 25 de Novembro de 1986, Évora viu ser classificado o seu Centro Histórico como Património da Humanidade pela UNESCO.




Dentro das muralhas medievais que cercam a “cidade velha” vamos encontrar monumentos como o romano Templo de Diana, os edifícios e as arcadas da Praça do Giraldo com a sua fonte, que nos trazem à memória os 450 anos do domínio mouro, enquanto na Igreja de São Francisco nos deparamos com um já mais recente estilo gótico-manuelino. Nesta igreja, sobressai no seu interior a Capela dos Ossos, cujas paredes estão recobertas com os ossos de cinco mil monges, enterrados no cemitério do convento. A Sé Catedral de estilo gótico-primitivo foi fundada no início do séc. XII e é a maior catedral medieval do país. O Aqueduto da Água de Prata, reconstruido no séc. XVI sobre o original romano é um dos monumentos mais emblemáticos da cidade e servia para trazer a água até à Praça do Giraldo. Dos seus 18 km iniciais apenas restam cerca de nove.

Évora esconde o encanto próprio das cidades antigas. E é precisamente isso que a União Progressiva da Freguesia do Colmeal e os seus associados vão tentar descobrir neste seu fim-de-semana por terras alentejanas.

Fotos da Internet

1 comentário:

Anónimo disse...

Fotografias bem escolhidas e adaptadas ao texto.
Évora é uma cidade que não cansa de se ver. O seu centro histórico é fabuloso.
Boa viagem.