quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Canoagem no Ceira

No último sábado a Eira tinha um movimento anormal com as dezenas de praticantes de canoagem que iam chegando dos mais variados pontos do país. A névoa matinal já se tinha dissipado e dado lugar a um Sol radioso. Depois no rio, na placa, davam-se os últimos retoques nos preparativos e algumas instruções necessárias antes da descida.
Passado o primeiro obstáculo fez-se concentração junto ao velho moinho da ponte. Um belo colorido a que já nos habituámos.
Ultrapassar o salto da Cortada nem sempre é fácil mas depois rio abaixo a calma voltou ao pelotão.
A chegada à bonita aldeia da Candosa proporciona sempre fotos espectaculares em que o leito do rio parece ficar coberto de estrelas à passagem dos canoístas.
Mais um salto no açude junto à velha serração movida pela força das águas (em outros tempos).
Sem sobressaltos de maior a descida terminou na Cabreira e a boa disposição era evidente.
O Carlos Dias foi o cozinheiro de serviço (com muitos ajudantes) e a tachada de "rancho" levará o mesmo caminho que já levou a da sopa. A antiga Escola encheu-se de alegria e boa disposição e no ar ficou a promessa de voltarem mais vezes. À "Kompanhia das Águas", Mário Martins, Carlos Dias, Pedro Carvalho e a todos os que participaram, o nosso muito obrigado por terem vindo. As nossas aldeias e as nossas gentes ficam mais felizes e mais alegres com a vossa presença. UPFC Fotos de A. Domingos Santos
.

1 comentário:

Acacio Moreira disse...

Tendo em consideração o tema seguinte "entrudo nas aldeias de xisto" Camara Municipal de Góis, paga almoço a todos os presentes,
Dra Maria de Lurdes castanheira, esteve presente.
Será que também não ficaria bem á Sra presidente da C.M:G. colaborar nestes eventos da canoagem no ceira. Ou será que só se possa gastar verbas em eventos com as aldeias de xisto, as restantes aldeias do conselho não merecem ser vistas da mesma forma. Quer-me parecer que estes eventos são de tanto ou mais valia para as nossas aldeias quanto o entrudo nas aldeias de xisto. Mas como já sabemos bem esta parte do conselho de Góis só tem interesse para os politicos em datas de eleições.
Um abraço.
Acácio Moreira