quinta-feira, 12 de julho de 2018

A UNIÃO FOI A ITÁLIA - (2ª. Parte de 3)



Em Ercolano, depois da visita ao Museu Arqueológico Virtual, continuámos para Pompeia. Importante cidade italiana, destruída por uma erupção do Monte Vesúvio, ficou esquecida no tempo, até ser acidentalmente descoberta em 1738, por trabalhadores da construção do Palácio de Verão de D. Carlos de Bourbon. Hoje, é um monumental museu ao ar livre, considerado como uma das Maravilhas do Mundo, com as suas villas, banhos públicos e com alguns dos mais preservados frescos que adornam portas e pisos de algumas das villas. Continuação até Sorrento, onde após o jantar, tipicamente italiano, assistimos a um espectáculo tradicional napolitano no Teatro Armida.





















Dia inteiro dedicado à espectacular Costa Amalfitana. Positano, Amalfi, suspensa entre escarpas, onde visitamos a Catedral. Depois Ravello, zona rica em mansões como a Villa Rufolo, construída no século XIII sobre um penhasco, onde nos passeámos pelos seus jardins e admirámos uma vista fabulosa.































Capri, a famosa ilha com as suas casas coloridas que contrastam com o azul do mar, onde entrámos pelo porto da Marina Grande.
Subida até Anacapri e do monte Solaro, a contemplação do Vesúvio, golfo de Nápoles, a península Sorrentina, as montanhas da Calábria, os Apeninos e as ilhotas dos Galli.

























UPFC

1 comentário:

Anónimo disse...

Mias uma excelente reportagem fotográfica da 2ª parte da viagem Lá Bella Itália.
São belezas históricas inesquecíveis. Até o espectáculo Musical e Teatral foi maravilhoso de se ver, com a participação dos espectadores, nomeadamente os do nosso grupo. Em duas palavras: Foi demais!!!

PS: informo que também fiz um comentário na 1ª parte da reportagem, mas ainda não foi publicado!!!