terça-feira, 16 de junho de 2015

CORPO DE DEUS

Teve lugar, no domingo dia 7, a festa do Corpo de Deus.


O Corpo de Deus é uma solenidade católica que celebra o mistério do corpo e sangue de Jesus no sacramento da Eucaristia, instituído na última Ceia. A solenidade é, por isso, das mais importantes para os cristãos. Remontando ao século XIII, acontece na segunda quinta-feira a seguir ao domingo do Pentecostes (60 dias após a Páscoa). Desde que o dia deixou de ser feriado nacional, em 2012, celebra-se no domingo seguinte.

Para testemunhar publicamente a adoração e a veneração para com o Corpo de Cristo, presente na custódia e no coração dos fiéis, realizam-se procissões, que lembram a caminhada do povo de Deus em busca da Terra Prometida, alimentando-se do maná, enquanto agora se alimenta com o corpo e sangue de Jesus.



Estas procissões percorrem as principais ruas das localidades, ruas essas que se apresentam, em muitos casos, atapetadas com flores silvestres e de cultivo. Tapetes lindíssimos, que todos já vimos e admirámos em alguma parte, admirando ao mesmo tempo a criatividade e o empenho dos artífices dessas autênticas obras de arte, tanto mais fantásticas quanto efémeras.
 




Havia este ano um tapete desses no Colmeal. Colorido e singelo, circundava a igreja, tornando-a mais airosa e acolhedora. Foi feito pela Irene Neves. Nem sabe quantas (muitas) horas passou a apanhar flores, indo quase até aos Cepos, este ano que a vegetação está precocemente seca. E a dispô-las, tecendo com carinho, debruçada sobre o chão, figuras regulares e multicolores? Um trabalho fabuloso, que a Irene vem fazendo de há uns quatro anos a esta parte, inspirada, segundo me disse, nas ornamentações que se fazem na terra de marido, Vouzela. 




Gostei muito. Parabéns pela criatividade e pelo arrojo de empreender sozinha uma tarefa que costuma ser comunitária, por rua ou conjunto de ruas. Terra de talentos diversos, os e as colmealenses não param de nos surpreender! 

Foi uma bonita solenidade, a festa do Corpo de Deus, no Colmeal. O sacerdote fez uma homilia alusiva ao assunto muito interessante e motivadora. As senhoras que cantam fizeram-no uma vez mais, em sinal de júbilo e alegrando o evento. Havia gente de várias povoações, entre elas, Colmeal, Carvalhal, Soito, Sobral, Ádela e Açor. A festa também como espaço de encontro.

Os que em romagem de saudade passaram pelo cemitério, encontraram-no recém-pintado de branco e limpo, como vem estando ultimamente. É reconfortante verificar que constitui preocupação da Junta de Freguesia. Pela minha parte, obrigada.

Para que não faltemos no domingo seguinte, o próximo Corpo de Deus será quinta-feira, 26 de maio de 2016. Até lá …

Lisete de Matos
Açor, Colmeal, 8 de junho de 2015

1 comentário:

Anónimo disse...

Obrigado pela reportagem, palavras e fotografias. Mesmo não tendo estado lá, foi como se revivesse este testemunho de fé das gentes do Colmeal. Parabéns!