sexta-feira, 25 de agosto de 2017

COLMEAL - A União foi a S. TOMÉ E PRÍNCIPE – Uma viagem de sonho (2)


Regressados a S. Tomé iniciámos a visita do Sul da ilha com destaque para a Roça de Porto Alegre. Passámos por várias praias, como a belíssima Praia Jalé, um autêntico santuário ecológico e local de desova para as várias espécies de tartarugas existentes no arquipélago, a Praia Inhame ou a Praia Cabana.




















Atravessámos o Rio Malanza a caminho da Roça de São João, em São João de Angolares, onde o seu proprietário e muito conhecido apresentador do programa televisivo “Na Roça com os tachos”, João Carlos Silva, nos aguardava para um excelente almoço de degustação, de sua autoria e inspiração, como nos explicou, detalhadamente e com muita simpatia.
















Visitámos, no regresso à capital, a Roça Água-Izé, a Praia Micondó e a Boca do Inferno, onde se encontra um impressionante “géiser” natural. O jantar, com pratos típicos, música ao vivo e danças tradicionais foi servido na CACAU - Casa das Artes, Cultura, Ambiente e Utopias, espaço muito acolhedor, também impulsionado por João Carlos Silva.















Aproveitámos na capital para visitar o interior da Igreja Matriz, que nessa manhã se encontrava aberta e a Associação Kwa de Téla, onde simpaticamente fomos recebidos pela sua responsável e tivemos a possibilidade de adquirir produtos da terra.












A região central da ilha apresenta-nos a sua parte mais verdejante e foi aqui que se iniciou a plantação do café a 800 metros de altitude, um pouco acima da pequena Vila da Trindade. Destaca-se a Roça Monte Café, a única que cultiva a variedade arábica na ilha e onde foi possível apreciarmos todas as etapas da transformação do grão. Na Roça Nova Moca, que foi uma rica dependência de Monte Café, cultiva-se hoje o cacau orgânico de excelência utilizado na produção dos chocolates Claudio Corallo.





















O Jardim Botânico do Bom Sucesso e o Centro de Investigação que lhe está acoplado, mereceu a nossa atenção e curiosidade com espécies raras da flora das ilhas.









Na antiga Roça Saudade (onde Almeida Negreiros viveu os dois primeiros anos da sua vida), excelentemente localizada e rodeada por uma envolvente de sonho, foi possível ao almoço apreciarmos novas iguarias da gastronomia local.











Voltámos ao Hotel e depois de um mergulho na piscina, fomos jantar. Excelente serviço e uma simpatia constante. A ida para a ilha do Príncipe seria no dia seguinte. Mas, como se costuma dizer… continua no próximo episódio.







UPFC

Fotos de A. Domingos Santos

Sem comentários: