segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

REGIONALISMO FICOU MAIS POBRE



Regionalismo ficou mais pobre com o inesperado desaparecimento de um dos seus incansáveis obreiros. Henrique Braz Mendes deixou-nos ontem. Sem que nada o fizesse prever, partiu do nosso convívio.

Sócio da União Progressiva da Freguesia do Colmeal desde 14 de Janeiro de 1965. Vem a desempenhar o seu primeiro cargo, de Primeiro Secretário, na Direcção eleita em Assembleia-Geral em 5 de Abril de 1970, liderada por Armando Nunes dos Reis. Nesta sua estreia trabalhou com João de Deus Duarte, Eduardo dos Santos Ferreira, António Ferreira Ramos, Fernando de Jesus Oliveira, João Nunes de Almeida, José Braz, José Martins Gomes, Manuel Martins Barata, Manuel Simões Nunes, Alberto Fernandes da Luz, António Domingos Santos, Arménio de Almeida, Manuel Francisco Braz e Sebastião Alves Henriques. Foi o início de um enorme percurso que percorreu até quase aos dias de hoje. Em Março de 1973, assume a Vice-presidência na Direcção comandada por António dos Santos Almeida (Fontes). Faz parte do núcleo que em 15 de Novembro de 1964 funda a Liga dos Amigos de Aldeia Velha e Casais, onde vem a desempenhar vários cargos com destaque para os da presidência da Direcção e da Assembleia-Geral.

Na União Progressiva, após um interregno de década e meia, surge em Fevereiro de 1988 fazendo parte de uma Comissão Administrativa, constituída para ultrapassar um impasse directivo e vem a assumir a presidência da Direcção em 25 de Junho do mesmo ano, cargo que mantém até 4 de Outubro de 1997.

Nas casas concelhias, tanto na de Góis como na da Comarca de Arganil, exerceu vários cargos na Direcção e na Assembleia-Geral. Presença habitual na imprensa regionalista, nomeadamente na de Arganil. No campo da política exerceu o cargo de Presidente de Junta da ex- Freguesia do Colmeal, onde deixou assinalável trabalho, e de membro da Assembleia Municipal de Góis.

A Direcção da União Progressiva da Freguesia do Colmeal apresenta as mais sentidas condolências aos seus familiares pela perda do seu ente querido.

06 de Fevereiro de 2017

A DIRECÇÃO DA U. P. F. COLMEAL 

9 comentários:

Anónimo disse...

Sentidos pêsames à família. Um abraço muito, muito afetuoso.

Lisete de Matos

Maria Irene Abegão disse...

Bons Amigos:

Ao ler a vossa mensagem, chegada hoje, surpreendeu-me a notícia do falecimento
De um dos meus alunos, o Henrique.
Uno-me à Família e a vós na saudade Rezo por ele e para que Deus conforte os que sofrem a separação.
Foi também , através da vossa página que há tempos soube da morte do António Alcindo.
Os meus cumprimentos e Bem Hajam.
Maria Irene Abegão

Leonel Augusto disse...

Os meus sentidos pesamos,para a família.
Henrique ainda tinha parentesco com a minha
família de Aldeia Velha

Anselmo Gaspar disse...

O desaparecimento do Henrique, de Aldeia Velha, é o partir de alguém que deixa rasto. A sua entrega e dedicação à causa pública do Regionalismo, que tudo dá e nada espera em troca, é por demais conhecida de todos os Colmealenses e não só.
Como não tenho endereço postal nem eletrónico da família, tomo a liberdade de pedir ao amigo Presidente António, o favor de apresentar aos familiares do Henrique as minhas sentidas condolências e a certeza de o lembrar ao Senhor nosso Deus, pedindo para ele, na celebração da Missa, o merecido descanso eterno.
Um abraço do
Anselmo Gaspar

Patrícia Almeida Mendes disse...

As filhas, netos, esposa e mãe das filhas agradecem os votos de pesar.
Foi uma trágica e inesperada notícia que nos deixou sem reação.
Paz à sua alma.

Patrícia Almeida Mendes
Filomena Almeida Mendes
Marta Sofia Mendes
Martim Mendes
Ana Maria Mendes
Raimunda Pereira
Zulmira Almeida

Patrícia Almeida Mendes disse...

Obrigada Dra Lisete

Toda a família está com dificuldade em responder a todas as mensagens condolências que nos foram e são endereçadas.

Família Mendes

Patrícia Almeida Mendes disse...

A família Mendes agradece a sua mensagem.

Cumprimentos

Patrícia Almeida Mendes disse...

Obrigada.

Família Mendes

Catarina disse...

Foi com grande pesar que recebemos esta trágica notícia. Desejamos a toda a família as nossas condolências e força para ultrapassar este momento tão difícil.
Muita coragem e um grande abraço,
Catarina, Nelson, Rodrigo, Álvaro, Bela, Tiago e Maria Luísa