sexta-feira, 29 de março de 2013

quinta-feira, 28 de março de 2013

A COMARCA DE ARGANIL online



A Comarca de Arganil no seu 113º ano ao serviço do Regionalismo atingiu hoje, 28 de Março de 2013, o número 12.000.

Para assinalar a publicação deste número e de acordo com informação inserta na sua página 3, a partir da presente edição A Comarca de Arganil está online e pode ser consultada na íntegra através do site www.acomarcadearganil.pt

Durante o próximo mês de Abril essa consulta será gratuita.

Acompanhar as novas tecnologias é uma prova inequívoca de que os seus responsáveis estão atentos à evolução que se opera diariamente na comunicação e que a nossa imprensa regional continua a modernizar-se para bem dos seus leitores.

A União Progressiva da Freguesia do Colmeal congratula António Lopes Machado e todos quantos trabalham neste semanário por mais esta inovação.

UPFC

sábado, 23 de março de 2013

Fernando Costa



Foi há dez anos. O telefone tocou e a notícia deixou-nos paralisados.

Fernando Costa foi um elemento muito válido na vida da União Progressiva e do Regionalismo. Empenhado, entusiasta e sempre disponível, contagiava todos os que consigo trabalhavam e não deixava ninguém indiferente.
Estudioso e investigador muito atento de tudo o que se relacionava com a sua terra colaborou durante vários anos com a imprensa regional onde era presença assídua.
Grande mentor da criação, nos anos setenta, da primeira Comissão de Juventude que muito acarinhou. Alguns desses jovens continuam o ideal que lhes transmitiu.
Mais tarde revelou-se como pintor naïf conquistando prémios nas diversas exposições em que participou. As suas obras figuram em vários museus no país e no estrangeiro.

Deixou-nos demasiado cedo. Tinha 64 anos. Faz-nos falta.
Foi há dez anos. O tempo passa depressa, o tempo corre, o tempo voa.
Fica a saudade e a lembrança de um grande amigo.

A. Domingos Santos

Os livros


O meu pai está sempre a dizer que os livros são os nossos melhores amigos, depois das pessoas e dos animais, os mansinhos, está claro, que nos dão muita coisa de que a gente precisa para comer, vestir e calçar.

O meu pai também já me disse que nunca teve um pequeno desgosto na vida, que não lhe passasse depois de ler um bom livro.

Deve ser por isso que o meu pai tem tantos livros e sabe tanta coisa que me explica. E eu também gostava de saber tanto como ele e ter tantos livros como ele. Já tenho muitos, e o meu pai diz que os livros ensinam tudo. Eu já sei muitas coisas que li nos livros, e muitas histórias e coisas que se passam no mundo, de animais e plantas e de tudo quanto há.

Também leio os livros da escola. Às vezes custam-me a perceber, porque são difíceis, e eu sei que ainda sou pequeno para perceber tudo. Mas leio outra vez ou peço que me expliquem, e explicam-me, e então eu já percebo.

Ricardo Alberty
in “Na Rota das Palavras” Fundação Calouste Gulbenkian - Serviço de Bibliotecas Itinerantes e Fixas – Dezembro de 1990

quinta-feira, 21 de março de 2013

A IGREJA do COLMEAL vai reabrir



No próximo dia 7 de Abril, domingo, pelas 15 horas, será celebrada missa pelo Senhor Bispo de Coimbra na Igreja do Colmeal, para assinalar a sua reabertura depois das obras de recuperação e restauro a que foi sujeita.

A comunidade colmealense residente fora da freguesia não quer deixar de participar neste acontecimento tão ansiado e prepara-se para voltar “à sua Igreja” onde os seus pais e avós se casaram, onde muitos fizeram a sua comunhão e onde se despediram daqueles que foram partindo.

As colectividades regionalistas da freguesia do Colmeal não podiam ficar alheias a este momento tão importante e significativo na vida de todos e muito especialmente dos que ainda continuam a resistir estoicamente nas nossas aldeias.
Dando provas da sua solidariedade e de que é sempre possível trabalhar em conjunto, acordaram efectuar uma excursão ao Colmeal para que todos possam estar presentes na inauguração da “sua Igreja” recuperada, antiga de mais de quatro séculos e meio.

A partida será às 8 horas, de Sete Rios (frente ao Jardim Zoológico). Paragem em Góis para almoço livre e continuação para o Colmeal. Após a missa, seguir-se-á um lanche. Prevê-se iniciar o regresso a Lisboa pelas 18 horas.

O valor a cobrar pelo transporte será de 12,50 euros por pessoa.

Agradecemos antecipadamente a sua melhor colaboração nesta iniciativa. Solicitamos que faça a sua inscrição quanto antes para garantir o seu lugar. Contacte-nos, sff, através dos seguintes telefones: António Santos – 96 2372866/21 7153174; Maria Lucília – 91 4815132/21 8122331; Artur Fonte – 93 8663279; ou na nossa Delegação no Colmeal.

Os sinos vão tocar novamente. Esperamos por si! Venha connosco!

A Direcção


domingo, 17 de março de 2013

Rejuvenescimento na nova Direcção da União



A Assembleia-Geral da União Progressiva da Freguesia do Colmeal realizou-se no passado dia 9 de Março conforme convocação enviada aos sócios.


Fernando Pinto Caetano na sua qualidade de presidente da Mesa iniciou os trabalhos, procedeu à leitura da acta da assembleia anterior, que, posta à consideração e votação dos associados, foi aprovada por unanimidade.


Dada a palavra ao presidente da Direcção, este leu o Relatório e Contas do mandato, onde estavam enumeradas todas as actividades levadas a cabo e que resumidamente aqui se abordam: a Reforma da Administração Local que marcou fortemente este período obrigando a um grande envolvimento na defesa justa da manutenção da freguesia; a canoagem, as caminhadas, excursões, festas de Verão, almoços comemorativos dos aniversários da União, magustos e festas de Natal foram as realizações que preencheram o calendário nestes dois anos.
A criação de uma Comissão de Juventude e o trabalho desenvolvido foi merecedor de justa apreciação.
A oferta de uma biblioteca particular veio aumentar e melhorar o acervo da Biblioteca que a União tem à disposição dos Colmealenses.
A construção de uma arrecadação possibilitou a reunião num só local de todo o material da colectividade.
A comunicação com os associados foi sempre uma constante, através de circulares, notícias na imprensa regional e pela Internet.
Verificou-se uma melhoria de 7% na quotização, não só pela entrada de novos sócios mas também por iniciativa dos que actualizaram a sua quota.
De registar um aumento de quase 59% no valor do património e de 10% nas disponibilidades.

No final do Relatório, a Direcção propôs votos de agradecimento a vários sócios, entidades locais e concelhias, comunicação social regional e às colectividades da freguesia, que foram aprovados por unanimidade e que por sugestão do presidente da Mesa, também o foram por aclamação.
Dando cumprimento ao voto de pesar pelos sócios falecidos, quinze durante o mandato, foi guardado um minuto de silêncio.


A Comissão de Juventude apresentou o Relatório das suas actividades onde destacou o envolvimento nas Festas de Verão com especial enfoque para as actuações musicais e a passagem de modelos, o espectáculo com as Tunas e a participação num debate sobre os motivos que afastam a juventude no regionalismo, ambos na casa concelhia.


O presidente do Conselho Fiscal leu o respectivo Parecer.

A única lista presente a sufrágio foi votada sem abstenções e permitiu rejuvenescer a Direcção com a entrada de novos elementos.

Os novos corpos gerentes para o biénio 2013/2014 são os seguintes:

Mesa da Assembleia-Geral: Presidente - Fernando Pinto Caetano; Vice-Presidente -     António Santos Almeida; 1º Secretário - Ana Sofia Ramos Teixeira; 2º Secretário - Maria Paula Gaspar de Almeida Ramos.

Direcção: Presidente - António Domingos Santos; Vice-Presidente - Maria Lucília Domingos Pinto C. Silva; 1º Secretário - Jorge Miguel Domingos da Fonte; 2º Secretário - Diana de Almeida Ramos; Tesoureiro - Artur Domingos da Fonte; 1º Vogal -      Anabela Cerejeira Almeida Domingos; 2º Vogal       - Joaquim Luís Pinto; Vogal Suplente - Francisco José Carreira da Silva.

Conselho Fiscal: Presidente - António Manuel H. Mendes Domingos; Relator - José Manuel Costa Ramos; Vogal - Álvaro de Jesus Martins.

Delegação no Colmeal: Presidente - José Álvaro Almeida Domingos; Secretário -          Catarina Alexandra C. A. Domingos; Tesoureiro - Manuel Martins dos Santos; Vogal - Belmira Fontes de Almeida.

Comissão de Juventude: Gonçalo Gil Costa da Fonseca, André Alexandre Vilhena Santana, Catarina Alexandra Martins Mendes, Daniel Costa Caetano, Diana de Almeida Ramos, Diogo Alexandre Vilhena Santana, Francisco Pinto Ribeiro Brás de Almeida, Gonçalo Duarte Martins, Inês Duarte Martins, Jorge Miguel Domingos da Fonte, Mariana Brás da Costa e Silva, Simão Rui Farinha Ferreira, Tiago José Cerejeira Domingos e Vanessa Filipa Ferreira Vicente.

Jorge Miguel Domingos da Fonte e Diana de Almeida Ramos assumem os cargos de secretariado na Direcção mantendo no entanto as suas funções na Comissão de Juventude.

No plano de actividades apresentado a nova Direcção não assumirá a realização das Festas de Verão no Colmeal, mantendo no entanto as provas desportivas e o piquenique nas Seladas. Em tudo o mais o planeamento de realizações é idêntico ao de anos anteriores.


A Comissão de Juventude da União apresentou igualmente o seu plano de actividades para o mandato, de onde destacamos a organização de um torneio triangular de futebol no Colmeal, a reedição de um convívio com as Tunas e a promoção de contactos com outras associações e comissões de jovens para a realização de acções conjuntas nas aldeias e em Lisboa.

Os novos corpos gerentes tomaram posse no final da Assembleia-Geral.

U. P. F. C.


A MAGIA DO RIO CEIRA

Filme produzido por Acácio Moreira

quinta-feira, 14 de março de 2013

Obras na Igreja do Colmeal














A Igreja do Colmeal, teve a sua origem numa antiga ermida dedicada ao Santo Padroeiro da aldeia, São Sebastião, no ano de 1560, data em que a localidade do Colmeal, foi reconhecida como freguesia.

Desde a sua génese, que a Igreja do Colmeal, foi alvo de diversas obras de ampliação, pois era pequena, face a afluência de fiéis. Estas obras, provocaram uma transformação significativa, no entanto até há cerca de 2 anos e meio, era visível o seu estado de degradação no interior e exterior, que carecia de uma intervenção de carácter urgente.

Face ao estado de deterioração, as obras de remodelação da Igreja do Colmeal, tiveram início em Setembro de 2010, sendo estas elencadas por uma equipa de profissionais, que optaram por preservar o património, ao nível da estrutura, talha, pintura de tectos e altares.

No decurso das mesmas, como é do conhecimento geral, surgiram alguns constrangimentos, que provocaram o encarecimento da obra e a morosidade na conclusão da mesma, nomeadamente a intervenção de uma empresa de arqueologia.

Neste momento, as obras estão praticamente concluídas e a inauguração está marcada para o dia7 de Abril, com a celebração da eucaristia, às 15 horas, com a presença do Sr. Bispo Virgílio Antunes, da Diocese de Coimbra. Desta forma, a Fábrica da Igreja do Colmeal, convida todos os amigos a estarem presentes, na comemoração da conclusão de uma obra essencial para a freguesia.

No decurso das obras, a Fábrica da Igreja auferiu alguns donativos, para ajudar a costear as despesas realizadas, porém são insuficientes para fazer face às mesmas, assim apelamos novamente à ajuda de todos, já que se trata de uma obra que é da paróquia e para a paróquia. Poderá contribuir através do NIB 003503450000262393046 ou através de qualquer elemento da Fábrica da Igreja.

Agradecemos desde já, a colaboração de toda a paróquia, uma vez que para além da obra efectuada, está previsto, caso haja verbas, a realização de obras na ampliação do adro na Igreja, pois foram doados três terrenos e adquirimos um outro terreno, na área envolvente, mais concretamente na zona da porta principal. A presente alteração, tem como justificação, a melhoria nos acessos para carros fúnebres. 

Apresentamos a continuação da listagem dos donativos recebidos, até à data:


Nome
Localidade
Valor
Pe. Manuel Silva Paiva
Tábua
50,00 €
Rodrigo Fontoura
Santo António dos Cavaleiros
100,00 €
Fernando Almeida Santos
Açor
10,00 €
José Brás, esposa e filha
Lisboa
500,00 €
Américo e Gracinda Rodrigues
Aldeia Velha
100,00 €
António Vicente
Sobral
20,00 €
Domingos Nunes
Colmeal
50,00 €
Anónima
Colmeal
15,00 €
Silvana Alves Almeida (2º donativo)
Ádela
25,00 €
Anónima
Ádela
50,00 €
Maria dos Anjos Almeida Crespo
Colmeal
80,00 €
Fernando Pinto Caetano e Josefina Mendes
Colmeal
200,00 €
António Ferreira Ramos
Colmeal
50,00 €
Carlos Alberto Correia das Neves (2º donativo)
Arganil
175,00 €
Maria Luísa Almeida
Colmeal
100,00 €
Anónima
Colmeal
150,00 €
Luís Filipe Almeida Martins
Luzenda – Góis
100,00 €
Maria Helena Almeida C. Alexandre
Carvalhal
10,00 €
José Álvaro A. Domingos
Colmeal
150,00 €
Carlos Manuel Fontes Almeida
Colmeal
Limpeza dos sinos, cabeçalhos em madeira e respectiva armação em ferro

Total

 1.935,00 €

Total de donativos auferidos até à data

21.536,50 €


Pela Fábrica da Igreja,
José Álvaro Domingos

Minha mãe!



Minha mãe! Minha mãe! Ai que saudade imensa
Do tempo em que ajoelhava, orando, ao pé de ti!
Caía mansa a noite, e andorinhas aos pares
Cruzavam-se voando em torno dos seus lares,
Suspensos no beiral da casa onde eu nasci!
Era a hora em que já sobre o feno das eiras
Dormia quieto e manso o impávido lebréu;
Vinham-nos da montanha as canções das ceifeiras,
E a lua branca, além, por entre as oliveiras,
Como a alma dum justo, ia em triunfo ao céu!...
E, mãos postas, ao pé do altar do teu regaço,
Vendo a lua a subir, muda, alumiando o espaço,
Eu balbuciava a minha infantil oração,
Pedindo ao Deus, que está no azul do firmamento,
Que mandasse um alívio a cada sofrimento,
Que mandasse uma estrela a cada escuridão.

Guerra Junqueiro
in “Na Rota das Palavras” Fundação Calouste Gulbenkian – Serviço de Bibliotecas Itinerantes e Fixas – Dezembro de 1990