quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Ilda Reis (VI)



Ilda Reis, Lisboa 1/1/1923 - 5/1/1998.

Ao longo de quase três décadas de actividade artística, Ilda Reis produziu uma centena de gravuras e serigrafias, actualmente em depósito na BNP, que marcaram profundamente a Gravura Portuguesa Contemporânea.
Decorridos 10 anos do seu falecimento, a BNP e a galeria As Salgadeiras apresentaram uma retrospectiva da sua obra expondo as gravuras e serigrafias mais representativas da sua actividade artística.

Ilda Reis começou a expor em 1966-67 e não mais parou até dois anos antes de morrer, em Janeiro de 1998.

Gravura “Sinfonia I, 1994”
Lisboa, Espólio Ilda Reis

Sem comentários: