domingo, 10 de junho de 2012

“ÁGUA E VIDA”: MAIS UMA EXPOSIÇÃO DE JOSEFINA ALMEIDA




Josefina Almeida presenteia-nos com mais uma exposição. Subordinada ao tema água e vida, foi inaugurada no passado dia 6 de Junho, com a presença acolhedora e interessada da vereadora do pelouro da cultura da Câmara Municipal de Arganil, Dr.ª Paula Diniz. Encontra-se na sala de exposições temporárias Guilherme Filipe, onde pode ser visitada até 30 de Junho.



A exposição integra duas vertentes indissociáveis no processo criativo e de representação da vida que a autora utiliza, proporcionando-nos experiências estéticas e emocionais distintas, mas complementares e igualmente enriquecedoras.

Assim, enquanto de um lado da sala nos podemos deslumbrar e comover com a suavidade e a doçura da pintura a óleo e acrílico sobre tela, do outro alegramo-nos e espantamo-nos com o colorido e a exigência daquela pintura fantástica a agulha e linha sobre linho.



Na primeira predomina a paisagem com a água fonte de vida omnipresente, na segunda, as flores, elas próprias símbolo de génese e renovação. 



Do ponto de vista da forma, na pintura um traço amplo, aberto e inclusivo, no bordado a precisão e a minúcia da infinidade dos pontos que corporizam a textura matizada de cada obra. De um lado a serenidade dos tons de verde, azul e cinzento, que o vermelho e o laranja não raro surpreendem, do outro uma certa garridice mesclada de contenção. O abstrato e o figurativo alegórico também estão presentes. 



Enfim, de um lado o silêncio e o murmurar repousante da paisagem e da corrente fluindo, do outro as risadas contentes dos pássaros e flores que por ali habitam.

São evidentes o culto do belo e a atração da artista pela natureza. 


Trata-se de uma exposição fascinante que vale a pena visitar: pela experiência de beleza, encantamento e purificação que nos proporciona, pelo labor e determinação que representa, pelos sentimentos e emoções que traduz, pelo talento e pessoa que nos revela.


Lisete de Matos

Açor, Colmeal, 9 de Junho de 2012.

2 comentários:

Anónimo disse...

Josefina!:

Parabe'ns e uma vez mais, Obrigado pela tua incansa'vel contribuic,ao cultural a ni'vel Nacional e, muito particularmente, `a nossa regiao...!!!

Armando Jacinto Almeida

António Santos disse...

Lê-se no apontamento anterior sobre Josefina de Almeida e esta sua exposição, que é uma autodidacta em bordado e poesia. Seria muito interessante que os mais jovens, neste Ano Europeu do Envelhecimento Activo e da Solidariedade entre Gerações, procurassem junto de Josefina de Almeida (e não a estamos a apelidar de idosa) apreender um pouco do seu saber e da sua experiência adquirida e acumulada. Temos consciência de que os tempos não são os mesmos, que os mais jovens têm outros interesses e que as novas tecnologias são tentadoras, mas não devemos perder estes saberes.
Bem-haja Josefina de Almeida pelo que tem feito, pelo que nos tem mostrado e ensinado, pelo entusiasmo que coloca no seu dia-a-dia, pelo exemplo que é para todos nós.
António Santos