domingo, 19 de fevereiro de 2012

OPTIMISMO



Da minha janela vejo o pensamento das flores,
A cor rosada num quadro p’ra pintar,
A Natureza de perfumes esculpida,
O amor de mãos dadas com a vida,
O sol, a lua, as estrelas, a terra e o mar…

Da minha janela vejo o horizonte colorido,
Terra fértil e um canteiro p’ro amor,
A luz que vem do alto irradiante,
Um perfil de sintonia a cada instante,
O universo inteiro numa flor…

Vejo o mundo que caminha alegremente,
Uma andorinha na chegada e na partida,
Da minha janela eu vejo tudo,
Porque eu tenho uma casa,
Com janelas para a vida.

Felisbela Fontes in Poiesis - Antologia de Poesia e Prosa Poética Portuguesa e Contemporânea – Volume XX, Editorial Minerva – Novembro de 2011


Felisbela Fontes nasceu em 1945, em Ádela, uma pequena aldeia da freguesia do Colmeal, concelho de Góis e distrito de Coimbra, onde viveu até aos vinte anos. Iniciou os primeiros estudos na sua terra e depois em Lisboa. Estudou algum tempo na República Federal Alemã onde viveu e trabalhou durante treze anos. Voltou para Portugal e foi funcionária do Ministério das Finanças, estando agora aposentada.

Sempre escreveu e guardou na “gaveta”. Em 2002 publicou BEIRA SERRA, MEU PORTUGAL ESCONDIDO, um livro de pesquisa sobre gentes, usos, costumes, e tradições da cultura dos povos da Beira Serra.


UM SONHO NA MADRUGADA é um livro de pesquisa pelo códice da génese humana, o despertar do homem desde as suas origens, a tomada de consciência, os sentimentos que foi adquirindo pelas várias etapas da sua existência, o uso que faz dos sentidos, actos e efeitos que as faculdades podem ou não controlar, conjunto de muitos e variados sentimentos que formam a mentalidade de todos os indivíduos, ao mesmo tempo que os diferencia e lhe norteia a conduta e a existência. Património sentimental que faz parte da condição humana em que as origens e as raízes são elementos base em todas as caminhadas existenciais, onde a lei da natureza está sempre presente como criadora e protectora zelando por todos os princípios fundamentais que ela própria instituiu.

Todos estes livros, oferta da autora, estão à sua disposição na Biblioteca da União, no Colmeal.

A. Domingos Santos

Sem comentários: